Portugal tem dos combustíveis mais caros na Europa

A gasolina e o gasóleo não estão caros. O que sai caro são as taxas e impostos que puxam esses preços para cima.

0
386

No boletim sobre os preços dos combustíveis no primeiro trimestre de 2021 da ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos – vem escrito que em Portugal o preço do litro dos combustíveis, sem impostos, foi “mais baixo do que em Espanha. A carga fiscal aplicada em Portugal (63% na gasolina) justificou integralmente a menor competitividade dos preços no contexto da Península Ibérica.” E é assim, lê-se nesse relatório, que o preço dos combustíveis em Portugal “são mais caros do que a média UE-27, situando-se na 6ª posição dos países com preços mais altos”.

Ou seja, apesar de sermos uma das economias mais fracas da Europa, onde o salário mínimo é dos mais baixos, pagamos os combustíveis como se fossemos ricos e, assim, financiamos com língua de palmo a despesa do Estado. Até estaria tudo bem se tivéssemos a certeza de que o dinheiro é aplicado com rigor no investimento público: mais escolas com turmas mais pequenas, mais hospitais devidamente equipados, mais estradas sem portagens. Mas não tem sido assim, como bem sabemos.

Se quiser saber com rigor como se calcula o preço dos combustíveis, veja o vídeo explicativo da própria ERSE. São apenas 2 minutos.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here