Na Páscoa também se oferecem prendas

Quando o cardume junta forças, o tubarão foge. É uma das versões da lenda de David contra Golias. Outra versão é a de Manuel Ildefonso, o sem-abrigo de Sintra que não desiste dos seus direitos.

0
1341

Muitos já conhecem a saga do senhor Ildefonso, mas para quem não conhece, fica aqui o resumo: vive há 2 anos na rua, depois de ter ficado sem habitação na sequência de um despejo, impossibilitado de pagar renda depois de ter ficado desempregado, não consegue trabalhar na sua profissão porque contraiu uma doença oncológica. Divorciado,  pai de uma filha.

Há demasiado tempo que espera por uma casa municipal que lhe tem sido negada sucessivamente pela autarquia de Sintra. Recusa ir viver para um abrigo por questões sanitárias e porque não aceita menos do que aquilo a que tem direito.

o carro que a Polícia Municipal retirou da via pública e onde o senhor Manuel Ildefonso dormia

Nessa luta, viu a Polícia Municipal rebocar-lhe o carro onde pernoitava e que servia de escaparate aos cartazes do seu protesto. Desde então que dorme no chão. Ou no chão da rua ou no chão de uma casa em ruinas no centro de Sintra.

No dia 1 de abril, Ildefonso recebeu um carro, registado em seu nome, oferecido por homens de boa vontade e com sentido de fraternidade. Gente solidária. Neste carro vai poder dormir a salvo das ratazanas e com mais algum conforto. Esperemos que a Polícia Municipal não volte a tirar-lhe o carro, como fez com o outro.

o carro novo de Manuel Ildefonso

O ator e apresentador de televisão Guilherme Leite tem sido a alma da corrente de solidariedade que gira à volta de Manuel Ildefonso. O carro chegou às mãos do novo proprietário no dia em que Guilherme Leite festejava nas redes sociais os 12 anos da sua Saloia TV.

E por aqui se prova que na Páscoa nem todos são cordeiros submissos à imolação. Também há histórias assim.

Outros artigos e reportagens sobre este caso:

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here