Covid-19: aumentam os internamentos, empresas querem mais dinheiro

0
485

Nas últimas 24 horas foram registadas três mortes, 441 novos casos de infeções por Covid-19, 428 pessoas internadas, ou seja, mais 13 pessoas internadas que ontem, sendo que os que estão em UCI são agora 109, mais seis do que no anterior balanço, de acordo com o boletim diário da Direção Geral de Saúde.

Estes novos casos foram registados essencialmente a Norte (193), seguido de Lisboa e Vale do Tejo onde há registo de 109 novas infeções nas últimas 24 horas.

Hoje, o número de recuperados voltou a ser inferior ao número de novas infeções. Sinais de que o desconfinamento pode ser bom para a economia, mas mau para a saúde dos portugueses.

Empresas não vão pagar dívidas à banca

A economia não se compadece com comércio fechado e indústrias sem produção. O presidente da CIP afirmou hoje que há 30 mil milhões de euros em moratórias e que 30% das empresas não deverão conseguir pagar essas dívidas.

António Saraiva admitiu que se espera um nível de incumprimento “à volta dos 25% a 30%” e defendeu que a banca, em articulação com o Governo, deve “ajudar àquelas empresas que manifestamente não vão conseguir honrar este compromisso até 23 de setembro”.

“Isso passa por dar, empresa a empresa, um quadro de solução que alivie o problema”, através de soluções como, por exemplo, empréstimos de longo prazo, referiu António Saraiva, ao alertar que o fim do prazo das moratórias resultará numa pressão sobre a economia nacional.

Desde março do ano passado que milhares de clientes não estão a pagar os créditos aos bancos, fazendo uso do decreto-lei do Governo que permite moratórias nos empréstimos, criadas como uma ajuda a famílias e empresas penalizadas pela crise económica desencadeada pela pandemia de covid-19.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here