PSD e Chega disputam candidatos

0
1176

PSD e Chega disputam os mesmos putativos candidatos às autárquicas, o que diz tudo sobre o estado a que isto chegou. Quanto mais grosso, fascistóide e racista, melhor. Segundo os “mentideiros” da política, a advogada Suzana Garcia vai ser a candidata do PSD na Amadora, isto depois de ter andado hesitante entre os convites do Chega e de Rui Rio. Dizem mesmo que o nome de Garcia foi já aprovado pelas estruturas locais e que o ‘ok’ da direção de Rui Rio já é certo. Brilhante.

Garcia é uma senhora que ficou conhecida por comentar na pantalha da TVI, onde foi colecionando pérolas tipo chamar “gentalha” aos cabo-verdianos, por exemplo. Ou seja, é uma senhora que utiliza um discurso racista e xenófobo. Foi educada assim em colégios de freiras na África do Sul durante o apartheid, segundo ela própria disse numa entrevista a um podcast.

A coisa vai assim. Depois do sósia de Mussolini ter sido anunciado cabeça-de-lista do Chega por Lisboa (Graciano tem mesmo semelhanças físicas com o ditador italiano), o PSD não resistiu à pulsão de ter alguém do mesmo nível político e convidou a loira Garcia, que há quem veja nela parecenças com Marine Le Pen, líder da direita francesa. Rio que se cuide…

Pessoas que chegam à política depois de se terem notabilizado na televisão. Houve um tempo em que as televisões serviam de trampolim a políticos menos conhecidos, mas que discutiam em debates de bom nível intelectual e político. Agora, as televisões fabricam sósias de ditadores defuntos e promovem ideias políticas que já levaram antes o Mundo para a desgraça de uma guerra mundial. Infelizmente, o eleitorado é magnificamente ignorante ou esquecido da História. E quem não conhece o passado não pode evitar repetir os erros cometidos antes.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here