Covid-19: 105 mortes e também diminuem internamentos

0
140

Números da pandemia continuam a baixar. Hoje há registo de 105 mortes relacionadas com a covid-19 e 1.944 novos casos de infeção.  O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 3.819 doentes, menos 318 que na quarta-feira, dos quais 688 em cuidados intensivos, menos 31. Nos últimos três dias saíram do internamento 1013 doentes, dos quais 96 das unidades de cuidados intensivos. O número de internamentos hoje é o mais baixo desde 11 de janeiro, quando se registavam 3.983 casos.

Esta descida do número de internamentos, mais acentuada em enfermaria e com menos expressão nos cuidados intensivos, tem vindo a ser sentida diariamente desde o dia 02 de fevereiro. Depois de um crescimento exponencial em janeiro, os números começaram a abrandar em fevereiro, 11 dias depois do confinamento geral decretado pelo Governo, a 21 de janeiro.

De acordo com dados da Direção-Geral da Saúde divulgados pela agência Lusa, 10,11% dos doentes em enfermaria são transferidos para as UCI onde a taxa de sobrevivência é de 70,72%. Ou seja, fazendo contas, nos cuidados intensivos, morrem 3 em cada 10 doentes.

Desconfinamento ainda sem previsão de data

Os números permitem otimismo quanto à possibilidade de se controlar a epidemia, mas, ao mesmo tempo, dão razão aos que dizem ser necessário prolongar o confinamento até se ter a certeza de que a propagação da doença está dominada.

O Governo não pretende, ainda, dar uma data para o desconfinamento. No final do conselho de ministros de hoje, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, considerou que o número “muitíssimo elevado” de internamentos em cuidados intensivos devido à covid-19 não permite ainda criar qualquer expectativa de um desconfinamento para breve.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here