Menina presa envia beijo para a mãe

As crianças vítimas de maus tratos são mantidas num sistema de apoio ultrapassado. Portugal faz o contrário da Europa, que já enterrou os contos de Charles Dickens há muito tempo.

1
607

Uma menina de 6 anos fez-me uma pergunta arrasadora: “O senhor vai levar-me para casa?” Foi durante uma reportagem sobre a retirada violenta de crianças a famílias pobres.

Há 7046 crianças presas em Portugal por um sistema de proteção, que a Europa civilizada abandonou. São dados de 2019.  Lá fora, as crianças em dificuldades são entregues a famílias de acolhimento capacitadas.

A Irlanda era semelhante a Portugal, mas inverteu. Agora 95% das crianças estão em famílias de acolhimento que lhes abriram os braços, e 5% em lares. Por cá, uma criança num lar custa mais de mil euros mensais ao Estado. Muito mais que o salário mínimo, para terem rancho e cama numa camarata. Mas o subsídio atribuído às famílias de acolhimento é de apenas 350 euros por mês.

O Governo não se debruça sobre uma Justiça e uma Segurança Social que alimenta 351 lares, com um custo anual de mais de 88 milhões de euros. É uma pequena “bazuca” anual para manter certos empregos. As crianças precisam de famílias e não de orfanatos.

À despedida a menina voltou: “Ó senhor! Pode dar um beijo de mim à minha mamã?”

1 comment

  1. Em jeito de revolta só me apraz dizer: UM CRIME DA NOSSA JUSTIÇA. um crime contra crianças indefesas, como o são todas as crianças, da parte daqueles que apregoam tudo fazer nos , “superiores interesses das crianças”. TENHO NOJO DESTA JUSTIÇA. Parabéns á IRLANDA por corrigir a sua justiça . . .

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here