Hospitais fecham tudo menos urgências

0
1229

A ministra da Saúde ordenou a todos os hospitais da região de Lisboa para que suspendam “de imediato” toda a atividade não urgente, escalando os planos de contingência para o nível máximo. A ordem foi enviada por email para a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT). Deverá ser aplicada de imediato.

O Governo pretende que os hospitais garantam todos os meios técnicos e humanos disponíveis “à área dos cuidados críticos”.

Teoricamente, esta decisão não faz da covid-19 um exclusivo para os hospitais, mas é evidente que é por causa do covid-19 que os hospitais deixam de ter capacidade para se dedicarem a todas as áreas de trabalho, nomeadamente consultas externas ou cirurgias não urgentes. O pior é que as pessoas ficam sem assistência médica hospitalar, o sistema afunila tudo para os centros de saúde que não têm capacidade para tratar toda a gente.

Esta decisão surgiu depois de ter sido conhecido que o país teve, nas últimas 24 horas, um novo máximo de infeções covid-19, ou seja, 10.027 novos casos. Mais de 70% das novas infeções estão concentradas na região de Lisboa de Vale do Tejo e na Região Norte.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here