Frio e correntes de ar nas escolas

1
2088

A fotografia circula nas redes sociais e não nos parece que seja aldrabice, embora possa ter sido encenada. Mas se foi encenação é uma representação da realidade que hoje se vive nas escolas portuguesas. A foto terá sido tirada na Escola Secundária de Serpa, no Alentejo, mas as correntes de ar e o frio nas salas de aula são gerais.

Aliás, em cumprimento com as orientações da Direção Geral de Saúde, os directores das escolas devem organizar a sala de aula do seguinte modo: os alunos devem estar distantes uns dos outros entre 1,5 a dois metros, as mesas devem estar o mais possível junto das janelas e encostadas às paredes, e os alunos não devem ficar de frente uns para os outros. A autoridade de saúde considera, ainda, que é importante uma frequente renovação do ar. Por isso, as janelas e as portas devem estar abertas e é preferível a ventilação natural. Se existir ar condicionado, deve ser usado em modo de extração e nunca em modo de recirculação do ar. Na escola, todos devem usar máscara e lavar as mãos à entrada e à saída da escola. Os portões e as portas das salas devem estar abertos, para evitar tocar nas maçanetas.

Ou seja, correntes de ar e frio pode haver. Antes uma gripe ou uma pneumonia do que covid-19. Talvez seja uma opinião sustentável, do ponto de vista clínico. Mas não havendo outras alternativas, excepto fechar as escolas e voltar a implementar o ensino à distância, o que está fora de questão, pelo menos de momento, convém que os miúdos vão para a escola muito bem agasalhados.

1 comment

  1. Isso não é nada!
    O Meu anda mais agasalhado que isso na sala de aula, em Oeiras.
    Por ordem do Ministério agora TODAS as escolas têm de ter as portas, e janelas, abertas, para a rua, para circular o ar, mesmo com esta temperatura ou chuva.
    Não se pode usar aquecimentos ou ar condicionado por causa do vírus…
    Hoje às 8h com 4ºC, e a chuviscar, o meu filho a ter ginástica na rua a dar voltas à escola a correr.
    Ficou com a roupa molhada até às 13h.
    Isto é totalmente desumano e alguns professores a querem ser mais papistas que o papa…
    vou ver se arranjo um atestado para o meu filho não voltar a ir à ginástica pois está a meio caminho de uma gripe/pneumonia.
    O engraçado é ver papás a defenderem isto pois na Alemanha ou Finlândia onde foram emigrantes tinham temperaturas negativas…

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here