A Europa na Cova da Moura

0
325

O Palácio Cova da Moura anda nas bocas do Mundo, literalmente falando. Não julguem que o dito palácio se situa no muito famoso bairro da Cova da Moura, a designação comum é uma coincidência. Enquanto que o bairro fica no município da Amadora e é hoje porto de abrigo para muitos imigrantes, o palácio fica perto de Alcântara e é hoje a sede da Direcção-Geral de Assuntos Europeus do Ministério dos Negócios Estrangeiros. O edifício pertence ao Estado há mais de 90 anos.

Ali funciona a atual presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Se julgavam que era no Centro Cultural de Belém alugado a peso de ouro, estavam errados. No CCB terão lugar cerimónias e sessões fotográficas de ministros e outros líderes europeus. É o sítio das vaidades, da pompa. No palácio é onde estão os gabinetes de trabalho. Fica perto do Palácio das Necessidades, onde está o Ministério dos Negócios Estrangeiros, tão perto que se pode ir a pé e isso facilita a vida aos que têm de andar entre palácios nos próximos tempos.

Na previsão fácil de que o Palácio da Cova da Moura irá ter muitas visitas vindas de outros estados membros, foram feitas obras para tapar humidades e pintar de fresco algumas paredes. Ficou mais bonito e apresentável e nunca é demais preservar estes edifícios do desgaste do tempo.

Palácio Cova da Moura, fotografia obtida a partir da avenida Infante Santo

Este Palácio foi construído no século XVIII. Na primeira metade do século XX foi comprado pelo Estado para ali se instalar o Ministério da Guerra e sofreu grandes alterações arquitetónicas por causa de obras de adaptação que foram consideradas imprescindíveis. No entanto, está de pé e permanece como património público em bom estado de conservação, exemplo do que devia ser feito com muitos outros palácio e edifício históricos espalhados pelo país.

fotografia dos arquivos da Câmara Municipal de Lisboa, anterior a 1950

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here