251 milhões para Cristiano Ronaldo

0
302

Quem não está nas redes sociais não é gente. O Facebook, por exemplo, tem mais de seis milhões de perfis de portugueses, embora alguns possam ser falsos e ao serviço de intuitos políticos desprezíveis. E depois há o YouTube, o Vimeo, o Whatsapp, o Twitter, o Skype, o LinkedIn, Badoo, Snapchat, Tik-Tok, Messenger, Instagram e mais umas quantas mais vocacionadas para a população chinesa.

Quem é gente está em pelo menos duas ou três dessas redes sociais. A ideia é inserir-se num grupo de pessoas com interesses comuns, sejam eles recreativos, profissionais ou meramente familiares.

Figuras públicas, principalmente atores e músicos, mas também desportistas, dedicam-se com afinco a animar as suas redes sociais. Não só mantêm os fans atualizados e entretidos, como alguns ainda ganham muito dinheiro com isso. Há artistas e os chamados “influencers” que arrecadam milhões por ano à conta dos vídeos que publicam nas redes sociais aos quais é agregada publicidade a produtos ou marcas.

Não sabemos se Cristiano Ronaldo está neste rol, mas a verdade é que o homem é famoso. Podem escrever famoso com letra grande. Por exemplo, no Instagram acaba de ultrapassar a marca de 250 milhões de seguidores (a última vez que olhámos já ia em mais de 251 milhões…). Um marco assinalado como se tivesse marcado golo ao Real Madrid.

Claro que os festejos foram replicados no Facebook, onde ele tem mais de 146 milhões de seguidores. Serão os mesmos que estão no Instagram ou devemos somá-los?

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here