Covid-19: nova ameaça avança

0
733

Portugal contabiliza hoje mais 57 mortes relacionadas com a covid-19 e 2.099 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde. São números significativamente mais baixos do que aqueles que foram divulgados nos últimos dois meses. Mas, em sentido contrário, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas 3.158 pessoas, mais 131 do que no domingo, das quais 502 em cuidados intensivos, ou seja, mais 19.

Entretanto, ao mesmo tempo que as autoridades de Saúde se preparam para receber e começar a distribuir pelos hospitais as primeiras vacinas, as notícias sobre o surgimento de uma nova variante do coronavírus está a provocar alguma angústia.

Os profissionais de saúde dos centros hospitalares universitários do Porto, São João, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central serão os primeiros a ser vacinados contra a covid-19, anunciou hoje a ministra da Saúde, mas as notícias que chegam de outros países que já estão a braços com essa nova variante da doença transmitem alguma preocupação.

Londres isolada, Suécia fecha fronteiras, África do Sul com record de mortes

A nova variante do SARS-CoV-2 detetada no Reino Unido não tem aparentemente mais riscos de complicações hospitalares, nem de letalidade, mas é mais transmissível, o que a torna “mais preocupante”, confirmou Marta Temido.  Até ao momento a nova variante ainda não foi observada em Portugal.

O Reino Unido registou 33.364 novos de covid-19 casos nas últimas 24 horas, um dos mais altos de sempre, ultrapassando os dois milhões desde o início da pandemia, e 215 mortes, divulgou o Ministério da Saúde britânico. O número elevado de casos é atribuído à nova variante do SARS-Cov-2, considerada até 70% mais contagiosa, e que ditou a introdução de um confinamento na região de Londres e sudeste de Inglaterra desde domingo.

O Governo sueco anunciou hoje que fechou a sua fronteira com a Dinamarca, alegando motivos de saúde, já que foram detetados casos da nova estirpe do coronavírus cuja expansão é considerada descontrolada no Reino Unido.

No continente africano, as autoridades da Saúde sul-africanas anunciaram que a nova variante do coronavírus está a impulsionar o ressurgimento de novos casos de covid-19 no país, que regista já cerca de um milhão de infeções.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here