Covid-19: mortes e contágios voltaram a subir, Costa desconfinado

0
929

Hoje há mais 79 mortes e 6.049 novos casos de infeção covid-19 registados no boletim epidemiológico da Direção Geral de Saúde. É o mais alto número de novos casos em 24 horas desde 05 de dezembro, dia em que foram reportados 6.087.

O boletim epidemiológico da DGS indica ainda que estão internadas 2.896 pessoas, menos 34 do que na terça-feira, das quais 487 em cuidados intensivos, ou seja, menos uma.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 6.830 mortes. Relativamente às 79 mortes registadas nas últimas 24 horas, 31 ocorreram na região Norte, 25 em Lisboa e Vale do Tejo, 12 na região Centro, nove no Alentejo e duas na região do Algarve.

O estado de emergência, decretado em 9 de novembro, está em vigor até 7 de janeiro, com recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

Costa desconfinado

Ontem, o primeiro-ministro testou novamente negativo ao covid-19 e, assim, termina hoje o período de isolamento profilático de 14 dias que havia sido determinado pela autoridade de saúde, informou o gabinete de António Costa.

“O primeiro-ministro, que manteve toda a atividade executiva e a agenda de trabalho não presencial, sairá hoje do confinamento que cumpriu na Residência Oficial, em São Bento, retomando a atividade pública regular”, diz uma nota desse gabinete.

António Costa estava em isolamento profilático após ter estado em contacto em 16 de dezembro com o Presidente francês, Emmanuel Macron, infetado com o novo coronavírus.

Neste período, o chefe de Governo foi mantendo várias reuniões não presenciais por videoconferência, quer com membros do executivo, quer a nível europeu. António Costa já tinha testado negativo em 17 de dezembro, num teste efetuado no âmbito da preparação da visita, entretanto cancelada, a São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau e às tropas portuguesas no Mali e República Centro Africana.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here