Covid-19: 79 mortes e Governo prepara vacinação em massa da população

0
2272

No boletim de hoje da Direção Geral de Saúde estão registados 5.891 novos casos de infeção e 79 mortes associadas à doença covid-19 nas últimas 24 horas. Assim, desde o início da pandemia Portugal já registou 3.632 mortes.

Segundo o boletim, 54 por cento dos novos casos situam-se na região Norte, que contabilizou nas últimas 24 horas mais 3.191 infeções, seguido de Lisboa e Vale do Tejo, com 1.637 novos casos.

Agora, há 3.051 doentes internados, mais 23 que ontem, e 432 em unidades de cuidados intensivos, mais um do que na terça-feira, o mais alto número desde o início desta pandemia.

Governo prepara vacinação em massa da população

O Governo espera que haja vacina já no início do próximo ano. A ministra da Saúde disse hoje que há já várias decisões a serem tomadas como, por exemplo, o local onde as vacinas serão armazenadas e quais as prioridades relativamente à vacinação.

Como não vai haver vacinas para todos ao mesmo tempo, o Governo irá decidir quem tomará primeiro e os sucessivos grupos que terão acesso à vacina. Recorde-se que o Governo já prometeu disponibilizar a vacina gratuitamente e de forma universal pela população. Só ainda não decidiu se a vacinação será obrigatória ou voluntária.

 “Os organismos técnicos estão a trabalhar com resguardo, com tranquilidade, e apresentarão publicamente o planeamento num prazo relativamente curto, no início do mês de dezembro, o mais tardar”, disse Marta Temido.

A governante explicou que o país “tem de estar preparado” para fazer uma distribuição segura no que toca a garantir os circuitos de transporte, ter profissionais alocados para a administração das vacinas, ter os registos informáticos assim como garantir que são anotadas “reações adversa que eventualmente surjam”.

Quanto à vacina que deverá vir a ser escolhida, Marta Temido lembrou que essa é uma decisão que ainda não está tomada e que depende de vários fatores, desde as condições de segurança, eficácia e temporalidade assim como com a transparência associadas ao processo.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here