Estudantes contra propinas

0
1110

Estudantes universitários vão manifestar-se em Lisboa, contra as desigualdades sociais no ensino superior e pela eliminação das propinas.

O protesto está convocado para o próximo dia 17 pelo coletivo Brigada Estudantil, grupo que defende os direitos dos estudantes. Dia 17 de novembro é o Dia Internacional do Estudante, altura propícia para a mobilização estudantil.

Segundo o comunicado da Brigada Estudantil, a manifestação do dia 17 tem nome: “Geração à Rasca 2.0”, uma originalidade em termos de manifestações em Portugal.

“As nossas instituições de ensino superior mostraram, mais uma vez que estão apenas preocupadas com o lucro e continuaram a cobrar propinas, taxas e emolumentos, enquanto assistimos à deterioração das condições de vida das nossas famílias”, diz o comunicado da Brigada Estudantil, segundo a qual a promessa de que as propinas ajudariam a melhorar a qualidade do ensino não passou de  “mais um instrumento de triagem social dos estudantes”.

“Enquadrada numa visão economicista e tecnocrática do ensino superior, a lei das propinas veio igualmente desresponsabilizar o Estado do cumprimento das suas funções constitucionais, condenando o sistema de ensino à asfixia financeira e à privatização, na sequência de décadas de desinvestimento e subfinanciamento”, acusam os estudantes universitários e, por isso, a manifestação de protesto agora convocada.

No comunicado, a Brigada Estudantil adianta que a manifestação “Geração à Rasca 2.0” começa no Largo de Camões, em Lisboa, às 16:00, estando previstas também vigílias na Praça da República, em Coimbra, e na Praça dos Leões, frente à reitoria da Universidade do Porto.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here