Nelson Évora, o saltador

0
308

Nelson Évora vai deixar de vestir a camisola do Sporting. O clube e o atleta não chegaram a acordo sobre a renovação do contrato. O facto de Nelson Évora já ter 36 anos de idade e de não ter ainda obtido os mínimos para se qualificar para os Jogos Olímpicos de Tóquio (adiados de 2020 para 2021), deve ter contribuído para a ruptura.

Évora foi campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim em 2008, está no Sporting desde 2016 e, durante estes anos, conquistou os títulos europeus em pista coberta, em Belgrado, em 2017, e ao ar livre, em Berlim, no ano seguinte, assim como as medalhas de bronze nos Mundiais de 2017, em Londres, e ‘indoor’ de 2018, em Birmingham.

Antes, em 2007, sagrou-se campeão do mundo, em Osaka, no Japão, com o seu recorde pessoal (17,74 metros), tendo ainda conquistado a medalha de prata nos Mundiais ao ar livre de 2009, em Berlim, e de bronze em pista coberta de 2008, em Valência, em Espanha. No total, o saltador conquistou 11 medalhas em grandes competições no triplo salto.

Foi recordista nacional do triplo salto durante 12 anos, até que Pedro Pablo Pichardo (Benfica), com um triplo salto de 17,95 metros, em Doha, em maio de 2018, estabeleceu novo recorde nacional.

Nelson Évora sofreu várias lesões graves que quase o obrigavam a desistir do atletismo, mas conseguiu sempre superar as adversidades e regressar para conquistar mais medalhas. É um exemplo de resiliência face à adversidade.

Mas a história deste homem não foi suficiente para convencer o clube. Talvez a carreira do atleta fique por aqui, por causa de um contrato que não foi assinado.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here