Nasceu uma AD dos pequeninos

0
527

Há um novo ator político que pretende mostrar-se nas próximas eleições autárquicas. Chama-se AD mas não é a “velha” Aliança Democrática do PSD e CDS. Este AD significa Alternativa Democrática e é uma coligação de pequenos partidos e movimentos cívicos.

A coligação foi apresentada ontem e reúne três partidos políticos, a saber, Nós-Cidadãos, Partido Democrático Republicano (PDR) e Reagir Incluir Reciclar  (RIR) — e dois movimentos — Democracia 21 e Mais Cidadãos Independentes.

Unidos serão mais fortes, deve ter sido o que pensaram os mentores da coligação e daí até assinarem o acordo que os une foi um passo. Unir forças para contrariar a falta de visibilidade que têm tido nos media e, assim, conseguir fazer passar a mensagem política com que pretendem angariar votos para chegarem ao poder.

Este acordo é o resultado de diversas conversas ao longo dos últimos meses, e poderá vir a incluir a participação de pelo menos mais três forças políticas, que concorreram igualmente sem sucesso às últimas eleições legislativas, pelo que só então será feito o pedido de aprovação ao Tribunal Constitucional.

Bruno Fialho, presidente do PDR, disse que o acordo assinado ontem  tem como objetivo “assegurar uma maior participação dos cidadãos na vida política” e a “mudança política em Portugal”.

O primeiro objetivo declarado é concorreram ao maior número possível de concelhos nas próximas eleições autárquicas.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here