Derrocada no Metropolitano de Lisboa

0
724

As obras de requalificação da Praça de Espanha provocaram o desabamento de parte do teto da estação de Metropolitano que ali existe. Do acidente resultaram quatro feridos e um problema de todo o tamanho na gestão do tráfego no Metropolitano.

A linha azul está parcialmente cortada e todas as outras linhas estão igualmente afetadas. O troço da linha Azul que liga Laranjeiras-Marquês de Pombal não tem circulação, o que afeta as estações Jardim Zoológico, Praça de Espanha, São Sebastião e Parque. À superfície, a Carris reforçou as carreiras nas zonas servidas pela linha azul do Metropolitano, nomeadamente a carreira 746, que faz o percurso Marquês do Pombal – Sete Rios e a carreira 726, que faz o percurso Arco do Cego – Sete Rios – Pontinha.

A derrocada terá sido provocada por um erro de quem executava as obras à superfície. Na altura do acidente estavam cerca de 300 pessoas na composição que passava no local quando ocorreu o desabamento. Foi uma sorte não ter acontecido uma desgraça.

Agora, terão de ser criadas condições de segurança para a reabertura total da linha azul do Metropolitano, o que talvez demore um ou dois dias. Neste momento decorrem trabalhos para a remoção do comboio danificado, para depois ser possível retirar os escombros e, só então, iniciar obras de reforço da estrutura do teto que desabou.

A estrutura danificada tem cerca de 50 anos de existência.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here