Ana Gomes e Paulo Pedroso

0
2277

transcrição da vídeo-crónica

A campanha para a eleição do Presidente da República de Ana Gomes vai ser coordenada por Paulo Pedroso. Caíu o Carmo e a Trindade, as beatas e os sonsos benzeram-se e vieram logo publicar comentários nas redes sociais: ai, eu não! Com o meu voto não conta! Já fostes! E coisas assim do género. Na verdade eu acho que essas pessoas nunca iriam votar na Ana Gomes, e agora estão apenas a fazer um número e um jeitinho ao partido.

O motivo de tanto repúdio é Paulo Pedroso ter sido acusado de  abuso sexual de menores no caso Casa Pia, o mesmo caso que condenou Carlos Cruz. Sobre Carlos Cruz pode ser que venha a falar noutra altura, mas sobre Paulo Pedroso falo já…

Primeiro, o homem não foi condenado por nada do que esteve acusado. Nem sequer foi a julgamento, porque o juíz de instrução criminal não encontrou evidências que sustentassem uma acusação em tribunal.

E aqui as pessoas têm de decidir se acreditam ou não acreditam na justiça. Porque não podem dizer que acreditam e depois repudiar todas as decisões que vão contra as suas crenças… não podem bater palmas só porque alguém foi condenado e patear quando alguém não é condenado… isso não é acreditar na justiça é querer ser justiceiro, é gostar de participar em linchamentos, coisa completamente diferente. 

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado português a pagar 68.500 euros a Paulo Pedroso devido a irregularidades processuais como, por exemplo, ter sido detido preventivamente sem haver indícios suficientes para a tomada de tal medida e por lhe ter sido sonegado acesso ao processo durante os meses em que esteve detido. Ou seja, alguém na investigação deste caso meteu a pata na poça…

Agora, Paulo Pedroso não devia continuar a ser julgado na praça pública. As pessoas que o fazem são gente sem princípios éticos ou morais, e são uns tristes endrominados por campanhas de intoxicação e de política baixa, política abjeta.

Ninguém tem de gostar do homem, mas insistir numa condenação sem provas é de uma maldade e de um preconceito incomensuráveis.

Não acredito que Ana Gomes não soubesse no que se ia meter quando decidiu acolher Paulo Pedroso na estrutura organizativa da sua campanha. Acho que ela tem experiência política e experiência de vida suficientes para prever os efeitos e as consequências do que diz ou faz.

Mas o que ela diz é que considera Paulo Pedroso um tipo competente e sério, um homem de esquerda e, acima de tudo, um amigo.

Ora, quem diz isto dá o peito às balas. E quem dá o peito às balas, ou é suicida ou tem a certeza de que os que disparam contra ela são vesgos… que é como quem diz, neste caso, adeptos da politiquice rasteirinha.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here