Oeiras, Isaltino Morais não usa máscara

0
1002

O Presidente da Câmara de Oeiras visitou hoje o jardim da Quinta dos Sete Castelos, depois das obras de reabilitação desse espaço público.

Depois de meses de obras, o jardim está de novo acessível ao público. E ficou bonito, sem dúvida.

Acontece que Isaltino Morais confraternizou com trabalhadores e com quem o acompanhou na visita sem usar máscara. Este à vontade de Isaltino perante o perigo que representa o covid-19 faz lembrar comportamentos muito publicitados nos media internacionais de dirigentes políticos como, por exemplo, Bolsonaro e Trump.

Parece inegável que os exemplos deles influenciaram comportamentos da população e sabemos bem como a pandemia está a devastar esses países.

Salvaguardando as devidas distâncias e a escala da capacidade de influenciar comportamentos, Isaltino não está a fazer muito diferente que Bolsonaro e Trump, dizem os críticos que “se fazem ouvir” nas redes sociais.

A questão de usar ou não máscaras na rua tem dividido opiniões, mesmo entre especialistas. Por exemplo, o pneumologista Filipe Froes é um dos especialistas que defendem que devia ser obrigatório usar máscara, mesmo na rua. Citado pelo jornal Público, Froes diz que “neste momento, em face das evidências que existem e da dificuldade que temos em controlar as cadeias de transmissão, tendo em conta a possibilidade de as pessoas assintomáticas poderem perpetuar a transmissão na comunidade, devemos adoptar todas as medidas para maximizar o controlo da situação e isso passa pela obrigatoriedade do uso de máscara em todas as situações”, diz este médico pneumologista referindo-se não só ao uso em espaços públicos e fechados, “mas em todo o lado, incluindo espaços públicos abertos, nomeadamente a rua”.

Ainda no Público, o presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, tem uma opinião diferente: “É uma questão complexa. Sabemos que a máscara ajuda a reduzir o risco, pode ser uma solução interessante. Mas temos de ter em conta o contexto, se há baixa ou alta transmissão, etc. Agora, que permite reduzir o risco, permite, mesmo no contexto exterior”, nota o especialista, referindo que, “particularmente, nos contextos em que haja maior concentração ou proximidade de pessoas, o uso de máscara pode ser importante” e também “para pessoas que têm factores de saúde de risco”.

Ou seja, usar máscara mal não faz.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here