Frasquilho de Veneno

0
1959

Os investigadores do Ministério Público acusam o chairman da TAP de ter recebido pagamentos provenientes do “saco azul” do BES/GES. Há comprovativos de pagamentos em nome do próprio Miguel Frasquilho mas, também, em nome de vários familiares dele: o pai (sr. Fernando), a mãe (dona Suzete) e o irmão (Filipe).

Os fundos foram transferidos através de cheques emitidos pelo BES em Lisboa e de transferências bancárias a partir de contas da ES Enterprises (e da sua sucessora, a Enterprises Management Services) e correspondem ao pagamento de um prémio anual a Miguel Frasquilho.

Claro que nada disto está provado, a procissão ainda só agora vai no adro, mas o julgamento dirá se os Procuradores têm razão para duvidar da honestidade de Frasquilho.

Entretanto, o Duas Linhas tem o prazer de lhe oferecer um “frasquilho de veneno” pelo traço do cartoonista Hélder Dias.

Frasquilho de Veneno

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here