Sporting: “incentivos” aos futebolistas

0
717

O futebol não é para meninos, deve ser o mote das claques que não se cansam de pressionar jogadores, treinadores e dirigentes para a obtenção de resultados positivos e que não aceitam a derrota como uma consequência natural de um jogo.

A Academia do Sporting, onde treina a equipa profissional de futebol, depois de ter sido alvo de uma invasão e de agressões a jogadores num triste episódio ocorrido quase no final da época de 2017/18, continua a ser alvo de peregrinações inflamadas e, à falta de fé, vale o bullying sobre jogadores e treinador, principalmente.

De cada vez que há uma movimentação deste género, vem à memória as cenas de violência, os encapuzados, o balneário destruído, a fuga de jogadores que rescindiram por justa causa, um presidente destituído e as derrotas inevitáveis em ambientes deste género. Mas será que alguém acredita que uma equipa de futebol joga melhor quando se sente ameaçada fisicamente por adeptos?

Hoje, a claque Directivo Ultras XXI deixou várias “mensagens”, avisos porventura, ou conselhos, ao plantel do Sporting, que esta noite defronta o Paços de Ferreira na 26.ª jornada da I Liga, no jogo que marca o regresso dos leões a Alvalade.

Não é garantido que os jogadores tenham visto as faixas porque mal foram colocadas foram retiradas por funcionários do Sporting.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui